Arquivo de ‘Resenhas’ categoria

RESENHA: Batom Make Up For Ever Aqua Rouge Waterproof

Comprar esse batom foi o ponto alto da minha exaltação em voltar com o blog, sabia? Comprei e sabia que precisava compartilhar com vocês haha.

Sabe aqueles itens caros, de marcas rycas, que a gente fica só no desejo mas não consegue tirar da cabeça? Então, comigo era esse batom da MUFE (convenhamos que a marca toda me deixa babando né), gente. Usei aparelho fixo nos dentes por 10 meses, tirei em fevereiro, e até então eu era super broxada no quesito batom, tanto que aqui no blog quem era responsável por falar deles era minha amiga Anne, na categoria Rouge à Lèvres (aproveita pra conferir porque tem várias resenhas legais!). Mas agora que tirei fia, ninguém me segura! Cada dia quero experimentar uma cor diferente, ando super empolgada. Daí aproveitei minha última viagem pra concluir a tão sonhada compra do Aqua Rouge, já que aqui ele é uma facada no core, e nos EUA saía um tiquin mais barato. Fiz uma resenha bem detalhadinha porque nesses casos ($$$) a gente precisa tirar toda e qualquer dúvida antes de comprar.

IMG_8808De acordo com a marca:

Aqua Rouge Waterproof é um brilho labial líquido que fornece intensidade e longa duração, deixando seus lábios atraentes e hidratados. Formulado com uma combinação de polímeros de alto peso molecular e óleos voláteis, Aqua Rouge bloqueia a cor nos lábios para um resultado à prova de manchas que não vai transferir ou desaparecer.

Sua fórmula intensamente pigmentada proporciona cores com brilho intenso, possui uma textura cremosa e não pegajosa que desliza facilmente nos lábios. Sua embalagem de ponta dupla permite uma simples aplicação de duas etapas: use o aplicador de espuma para distribuir o brilho e com o pincel de poliéster bloqueie a cor para dar um efeito uniforme.

collage1Xô contar a história: eu queria muito comprar um tom nude dele, porque como é uma coisa mais cara, achei que nude ia ser atemporal, aquele ideal pra dar com tudo e em qualquer ocasião, melhor do que se uma cor loka. Daí fui lá e comprei a cor número 2 (Rosewood), que como vocês verão, é um nude amarronzado clássico. Gostei tanto que, mesmo ficando pobre, voltei dois dias depois na Sephora e comprei outra cor, a 13 (Purple) 😀

collage2(Pensa numa pessoa feliz de poder tirar foto sorrindo sem neura agora por ter tirado o aparelho? Tô super feliz de poder mostrar pra vocês foto de como batom interfere na cor dos dentes.)

collage3O Rosewood, como disse, é um nudão lindoooo super neutro e chique, bem pegada Kylie (socorro, tô numa loukura como batom marrom gente, se pudesse comprava todas as cores nude dessa coleção!) Tem fundo amarronzado, mas não daqueles puxados pro cinza sabe, que às vezes não caem bem em todos os tipos de pele, acabam deixando com cara de morto. Achei uma cor super democrática e inclusive não amarelou os dentes.

Como fala na descrição, esse batom vem com dois ladinhos: um com uma esponjinha tradicional dos batons líquidos e, o outro lado, com um “gloss” transparente e um aplicador do tipo pincel de esmalte, bem fininho, que eu adorei, particularmente porque facilita a aplicação e diminui a possibilidade de cagada. Um descarrega a cor e o gloss faz o trabalho de fixação e alta durabilidade do batom.

Nesse quesito, já adianto que dá pra ser usado dos dois jeitos visse? Já usei tanto ele matte (primeira foto), sem a cobertura de gloss, quanto a glossificada (que, by the way, tô achando linda esse treco meio vinil, principalmente na cor escura), como na segunda foto. No caso DESTA COR, não acho que faz diferença na fixação.

É muito confortável de aplicar e de usar, não fica melequento, na verdade fica parecendo batom em bala, não tem aquela textura dos líquidos tradicionais. Revelou pouco das pelinhas ressecadas na boca e NÃO CRAQUELOU, o que é um ponto fortíssimo da minha avaliação pois não tem coisa que eu odeie mais em batom líquido. Foi saindo por inteiro, apagando, e como é uma cor neutra, foi super tranquilo e confesso que nem retoquei. Já usei pra jantar e ele resistiu, já usei em boate bebendo cerveja a noite toda e ele resistiu, confesso que a única coisa que não fiz com ele foi dar bjasso, então nisso não posso opinar hahaha mas selinho/beijinho comportado ele aguenta com certeza. Sério, amei forte!

Agora vamos à parte da gongação…

collage4

collage5Essa foi a segunda cor que eu comprei, aquela história do começo do post, que tinha amado o primeiro e ai voltei na loja pra comprar uma segunda cor. NÃO É LINDA, MINHA GENTE? EU GARREI PAIXÃO, principalmente no estilo com gloss por cima, achei que ficou muito powerful. Fiquei toda animada porque já tinha testado o primeiro e vi que a fixação era maravilhousar, mas com esse o negócio xoxou, não entendi.

No dia seguinte, passei ele pra sair pruma night com os migo: tudo lindo, passei o gloss por cima e ficou tudo bem. Bebi, conversei, comi e ele no lugar. Daí fui no banheiro checar a conjuntura, eis que vejo minhas canjica tudo com farelo de batom! O batom craquelou na parte interna dos lábios e foi parar tudo no dente, gente, um horror. Eu retoquei, limpei os dentes e acreditei no batom. Quando fui olhar de novo: tudo cagado! Tive que tirar no banheiro mesmo, fiquei irritadíssima porque senão ia ficar por ai desfilando de dente sujo, né non? Affffff

Acho que isso acontece por conta do pigmento. Essas cores escuras tendem a esfarelar muito mais, parece que elas não aderem na boca como os outros pigmentos. Isso acontece da mesmíssima forma com meu Anastasia, esse batom líquido aqui da coleção do Pausa Para Feminices para a Tracta. A cor é linda de morrer, mas acabo não usando porque esfarela/craquela demais (se quiserem resenha completa dele, conta ai nos comentários).

Resumindo o bafafá todo: acredito que as cores mais claras (nudes, rosas e talvez até mesmo alguns dos vermelhos dessa linha) se comportem melhor do que essas cores escuronas. Me arrependi de ter comprado o Purple, apesar de ter me apaixonado pela cor. Se soubesse que ele agiria assim, teria escolhido um outro tom de nude/marrom porque ai não teria erro.

Ah, outra coisa: na hora de demaquilar foi um perrengue, viu (aqui eu falo no caso do nude, que pra mim, é o que contou)? Tentei com o lencinho demaquilante da Neutrogena e nada, tive que apelar pro demaquilante bifásico pra tirar ele por completo. O bichin garra memo na boca!

Na gringa, ele me custou 24 dólares (o equivalente, a mais ou menos, 89 reais). Na Sephora daqui, ele custa R$142,00 (JESUS), ou seja, no fim das contas até que valeu a pena. E a vontade que eu fiquei de ter escolhido outra cor em meio a taaaaantas opções pra esse segundo batom que comprei? Fuck, fazer o que.

Recomendo muitíssimooooo as cores claras, porque é muito difícil ver um batom líquido dessa qualidade no mercado.

RESENHA: Pó Compacto Blot Powder Pressed MAC

Comprei esse pó faz tempo, durante a viagem de Buenos Aires (tem vídeo de comprinhas aqui), mas simplesmente esqueci e só farei a resenha agora, guys rs.

Acredito que muitas de vocês já tenham ouvido falar do Blot Powder da MAC, mas talvez não tenham comprado porque ainda têm algumas dúvidas, então vambora!

collage1De acordo com a marca:

Um pó compacto concebido principalmente para controlar a oleosidade e reduzir o brilho da superfície da pele. Fixa a base, dá acabamento ao rosto sem adicionar cor ou textura. É indicado para utilização em situações profissionais para frequentes retoques. Blot Powder contém Mica e Sílica para absorver o excesso de oleosidade da pele e reduzir o brilho da superfície da pele. Pode ser aplicado com sua esponja ou com um pincel para pós, como o pincel M·A·C #129 Powder/Blush Brush.

collage2O estojo é resistente, espelhado e vem com uma esponjinha, o que facilita muito na hora dos retoques, já que dá pra pôr na bolsa e fazer em qualquer lugar. Em casa, confesso que dispenso a esponjinha pois acho que o pincel deixa o acabamento muito mais natural, então ela fica basicamente pra emergências.

Apesar dele ser “translúcido” ele é categorizado em 5 conjuntos de cores (Light, Medium, Medium Dark, Dark e Deep Dark), o que eu acho muito bom. Age como um pó translúcido, mas não oferece o risco de te deixar branca demais, no estilo Gasparzinho, caso você não esfume o suficiente. Essa questão também é ótima pra quem costuma comprar maquiagem somente online: caso você erre um tom pra cima ou pra baixo, não vai fazer tanta diferença assim. A minha cor é a Medium Dark e ficou perfeita! Não ficou clara nem escura demais.

collage3E chegou o momento onde perco minha dignidade em prol do blog 😀 No antes, rosto lavado e sem nenhum produto. No depois, apenas o Blot Powder aplicado. Nítido que o brilho natural da pele sumiu completamente, né gente? Pra quem tem pele oleosa isso é vida! Também senti um certo disfarce óptico em relação aos poros dilatados e linhazinhas. Não acrescentou cor, como vocês podem ver. Quanto à durabilidade, sinto que se, por exemplo, uso base sem aplicá-lo depois, ela sai muito mais rápido. Ou seja, ele garante a maquiagem por mais tempo.

Costumo usar pra finalizar a make, selando a base e para retoques ao longo do dia/noite. Essa será uma daquelas compras eternas, assim que acabar eu já estarei com um estojo novo nas mãos rs. Aprovadíssimo na questão da oleosidade!

Custa R$119,00 e vende aqui na Sephora.

That’s it 😀

RESENHA: Batom Líquido Matte Catharine Hill cor Marilyn

E a febre dos batons líquidos não pára, meu povo! Pra quem já viu os vlogs da Beauty Fair (corre aqui), conferiu que eu comprei o mais novo lançamento da Catharine Hill, marca super conceituada no mercado da maquiagem, que tem uma qualidade enorme e que eu amo! Inclusive, já rolou resenha da famosa paleta de sombra deles aqui no blog.

Xô contar uma coisa procês: eu compro batom e acabo não usando (tudo culpa do aparelho)! As cores e as novidades mirabolantes acabam me chamando a atenção e eu compro por impulso, mas confesso que acabo no meu amado e querido Hug Me de sempre rs. Falando nisso, estou doida pra comprar os da Ricosti, só tenho lido coisas boas, alguém ai tem? Minha desculpa pra essas compras é que sempre posso usar nas minhas clientes 😀

Bom, mas voltando à resenha de hoje que é o que interessa!

IMG_8111Descrição da marca:

Batom Líquido Matte, cobertura excepcional, e vitamina E na composição. Este batom líquido tem característica Matte e está disponível em 10 cores: Brigitte, Twiggy, Carmen, Carlota, Cora, Marilyn, Madonna, Diana, Frida e Kate, inspirados em nomes de divas. Validade deste Produto: 2 anos

collage1Adorei os nomes! A embalagem é resistente e ótima pra carregar por ai, porque é preta -sujando menos- e não é daquele tipo emborrachado, que fica fosco com o tempo, tipo as da Nars. A parte transparente no corpo do batom ajuda a identificar a cor. Só acho que seria ideal se tivesse a cor estampada no topo da embalagem, ali onde fica o nome, né? Ficaria mais fácil ainda de identificar.

Escolhi a cor Marilyn pois é um vermelho clássico, meio vinho, meio bordô, totalmente atemporal e presente em várias coleções de diversas marcas.

collage2Acima, foto com flash e sem flash. A cor é lhénda e classuda realmente! Não mancha e é fácil de aplicar… fica mara nos lábios.

Agora vamos aos contras: achei a textura um pouco esquisita. Confesso que esperava ele mais líquido, mas ele é bem “pastoso”. Depois de aplicado, achei que ele ia secar e aderir à a pele, mas ao invés disso, cria uma camada por cima, entendem? Além do mais, não fica totalmente matte; é opaco mas não completamente, ainda fica meio cremoso. Creio que nesse sentido ele seja parecido com os batons líquidos da Vult, que ainda ficam meio molhados nos lábios.

A sensação é que você passou um batom tradicional, aqueles de bala mesmo, sem ser líquido. É muito confortável, não resseca nem um pouco, mas também não adere 100%.

collage3Pensando nisso, resolvi fazer o teste da transferência. “Beijei” o papel e, como esperado, ele marcou o beijinho certinho! Perceberam que a aparência ficou um pouco mais matte? Apesar disso, não manchou a boca e não saiu em nenhuma parte.

collage4Não satisfeita, dei uma segunda bitoca (a debaixo): percebi que o batom ficou bem mais apagadinho, mais xoxo. Mesmo assim não ficou completamente deformado…

Minha conclusão é que, se você fizer a fina, ele permanece tranquilamente. Agora, se for comer, pode se preparar pra retocar porque ele vai sair, principalmente se forem coisas mais gordurosas. No quesito durabilidade, acho que os da Kat Von D e os da Quem Disse, Berenice? ganham (ambos têm resenha aqui e aqui). De qualquer maneira, fica ai mais uma gama de opções no mercado, com cores bem lindas e preços acessíveis.

Custa R$27,90 e é vendido na loja parceira do blog, a Mais Vaidosa, aqui nesse link.

That’s it 😀

RESENHA: Pó Bronzeador Mineral Mary Kay cor Bronze Diva

Já falei algumas vezes aqui no blog que não sou lá muito fã de blushes. Minha pele, que é oleosa e com tendência à acne (falando nisso, quero continuar com os Diários de Pele! Enquanto não solto mais posts, confere aqui os que eu já fiz que tá muito interessante), fica vermelhinha ao longo do dia. Dai eu sinto que se passar blush, vou ficar um pequeno tomate, sabe? Prefiro dispensar, não me faz a mínima falta…

Enrolei, enrolei, falando de blush e não falei do que vim falar: bronzer! Às vezes me arrisco no contorno (como alternativa ao blush), e faço muito nas minhas clientes -ficam lokas querendo fazer a Kim Kardashian. Por isso, já tenho há um tempo o Pó Bronzeador Mineral da Mary Kay na cor Bronze Diva, e é sobre ele que vou falar hoje.

IMG_7869Descrição da marca:

Bronze Diva (Beige/Bronze – Matte)
Aqueça-se / Sinta o calor nesse tom fabuloso tom de bronze. O efeito matte do Pó Mineral Bronzeador Mary Kay® na tonalidade Bronze Diva proporciona uma bela aparência de pele bronzeada. Desenvolvido para encaixar perfeitamente no Compacto Mary Kay®. Siga essas dicas de aplicação para obter uma aparência bronzeada perfeita: Misture as duas tonalidades do pó bronzeador e dê leves batidinhas no pincel para tirar o excesso. Aplique em regiões nas quais o sol naturalmente bronzearia, como: maçãs do rosto, nariz, pescoço e colo. Conteúdo: 4,5g.

IMG_7870Vem nessa embalagem furrequinha pois é vendido como refil; essa parte de metal que contém o pó bronzeador encaixa no estojinho vendido separadamente por eles. Acho essa opção legal porque, além de permitir gastar menos na hora de comprar de novo um produto que você gosta, dá a opção da gente gastar menos ao escolher uma embalagem mais vagabundex ou, se quiser, escolher a opção ryca.

Possui duas tonalidades, uma mais clara e uma mais escura. Confesso que não utilizo as duas separadamente, apenas quando uso esse produto como sombra (sim, pra mim ele é multiuso rs). Costumo pegar com o pincel, dar uma misturada nos dois tons e passar no rosto. Aplico conforme esse post aqui que fiz sobre contorno.

Realmente são matte e não possuem cintilância alguma. Pigmentação super boa, nem 8, nem 80 -pode deixar que você não vai ficar com a cara Valetino, mesmo se tiver a pele branca. O ideal é ir construindo camadas, aos poucos, sempre!

IMG_7903Como é mineral, minimiza a possibilidade de alergias e fica mais leve na pele, inclusive pras meninas de pele oleosa, como eu.

Custa R$35,00 e é vendido através de revendedoras Mary Kay (dá pra achar a mais próxima de você aqui). Acho que uma boa opção de pó bronzeador pra quem tá procurando, o saldo é positivo!

That’s it 😀

RESENHA: Paleta de Sombras Profissional Catharine Hill 30 Cores

Mais uma comprinha feita na Beauty Fair (os dois vlogs já estão lá no meu canal)! Se tivesse que escolher A MELHOR compra, definitivamente seria essa. É a famosa Paleta de Sombras Profissionais da Catharine Hill, contendo 30 cores.

Pra quem não conhece, a Catharine Hill é uma marca super tradicional e respeitada no mercado da maquiagem. É voltada para uso profissional, incluindo maquiagem artística (eles têm cada produto mara!), mas qualquer um pode comprar. A qualidade é garantida, por um preço condizente.

IMG_7996Descrição da marca:

Paleta de sombras para uso profissional com 30 cores atuais opacas e cintilantes. Nova formulação, textura mais fina, cores mais intensas, maior fixação.

collage1Começando pelo ponto fraco dela: a embalagem. Olha, não tem como não reclamar, gente. Basicamente é o seguinte, um tablete de plástico contendo as sombras dentro de uma caixa de CD. Sim, fuleiro assim mesmo. Por que nao colocaram numa embalagem melhor, mesmo que fosse de papelão? Ainda mais pra uso profissional, carrego ela de um lado pro outro, mas com maior medo de quebrar.

collage2O grande boom dessa paleta é o seguinte, ela tem TODAS as cores que você precisará na vida, basicamente. A seleção é maravilhosa, passando pelos tons bases, neutros, coloridos e ousados. Abrange também cores opacas, cintilantes e metálicas. Ou seja, quem gosta de ficar na escolha de segurança -esfumados marrons, beges e pretos- vai adorar. Quem se aventura pelo azul, verde, vermelho, também vai amar. Mil e uma opções!

Sobre textura, são muito macias. Não são daquelas que esfarelam e não pegam nada na pele, sabe? Pelo contrário, a pigmentação é TANTA que você tem que criar camadas com cuidado, senão cai muita sombra d’uma vez, tem que ir aos poucos pra não colocar um patacão de sombra.

A duração é ótima, não sai fácil da pálpebra -e olha que a minha é oleosa. Só consegui tirar por completo com demaquilante mesmo.

Fiz o swatch das 30 cores pra vocês, sem primer, sem nada, passando uma camada fina no dedo (se você clicar na foto, ela abre giga). Dá pra ser mais suave ou intensificar mais…

collage3

collage4Resumindo, é um puta dum produto! Dificilmente comprarei sombras num futuro próximo (já tenho todas que preciso!), se comprar, será por puro consumismo impulsivo. O único ponto ruim é, realmente, a embalagem… Mas levando em conta o preço, eu até relevo.

Custa R$89,90 (ou seja, cada sombra sai por R$2,99! Isso não existe, gente) e é vendida aqui na parceira do blog, a Mais Vaidosa. Caso você não queira comprar pela internet, aqui no site da Catharine Hill tem a lista completa de revendedores em cada estado.

PS: ela não estava nos meus planos de compras ($$$), mas tive que adquirir durante a Beauty Fair porque ela tava saindo por R$75,00 😀

That’s it