Hoje acordei reflexiva aquelas, senta que lá vem textão.

Separei o dia de ontem pra arrumar minha penteadeira, fazer aquela limpa necessária pros pincéis não se encherem de poeira, as sombras quebradas não acumularem no fundo da gaveta e etc. Daí, percebi que eu estava cheia de maquiagem, mas não usava metade. Sim, mesmo sendo maquiadora profissional.

f39fd6de56e908668f2322a40e4eb8e9Por conta do meu trabalho, é óbvio que tenho que estar preparada pra diversidade de peles, de rostos e tudo que envolve a tipicidade da beleza feminina. Tenho que estar, também, antenada com os produtos, acompanhando sempre as novidades do mercado pra trazer o que há de mais novo, tecnológico e bonito pras minhas clientes.

Claro que comigo também não é diferente. Gosto de usar o batom que tá em alta e a base HD que cobre até nossos erros de ortografia. Mas o que percebi foi que, mesmo assim, ostentamos produtos que não precisamos!

Exato, a palavra é ostentar. Por que eu compraria outra Naked, se já tenho a Naked II que me satisfaz completamente? Por causa de uma ou duas cores que são diferentes? Não, simplesmente porque as paletas Naked viraram objeto de desejo, de ostentação. É cool, é top ter mil paletas por cima da bancada de maquiagem, é ryco.

a4cb1a976098d913dc91d6f70cd7b81347ea91c93a9bcfd24174c9d7bedeb8ffAté que ponto eu preciso de mil sombras da mesma cor? Até que ponto eu preciso de mais de três bases do mesmo tom de pele (ok, isso já é muito, mas lembrem que pra trabalhar, preciso de diversos acabamentos e coberturas. De qualquer maneira, isso já é mais que suficiente)? Até que ponto eu preciso de três batons vermelhos, se as clientes e eu sempre acabam escolhendo o mesmo? Pra quê três delineadores em gel, se eu só uso um e os outros ficam lá ressecando? O mesmo acontece com as máscaras de cílios.

202fe8d35239c25493ab7601eb901d11O problema é que eu sempre quero ter aquela máscara nova que promete efeito de cílios postiços -e no fim, dá o mesmo efeito que a baratex The Colossal.

Acho que a gente precisa parar pra pensar melhor a forma como gastamos dinheiro, e do que realmente precisamos. Já parou pra pensar que o pincel duo fibre da MAC custa mais de duzentos reais? SIM, DUZENTOS FUCKING DILMAS!!!! Se a gente seguir essa linha de pensamento, uma ida à Sephora pode te custar o salário todo do mês, e o pior: com coisas que você não precisa.

Não sei se esse texto faz algum sentido, ou se refreará meu desejo incontrolável de comprar maquiagem. Afinal, isso é coisa pra terapia, não é mesmo? haha.

De qualquer maneira, fik ai a dik de pensar melhor e fazer compras que serão efetivamente boas, e não compras descartáveis.

Confira outras postagens

Deixe uma Resposta